terça-feira, 6 de agosto de 2013

POLÍCIA FEDERAL REALIZA APREENSÃO DE 20KG DE PASTA BASE DE COCAÍNA PRENDE TRÊS SUSPEITOS POR TRÁFICO DE DROGAS DENTRE ELES UM PARAPLÉGICO QUE ERA O FORNECEDOR DA DROGA”









A Polícia Federal em Pernambuco, por intermédio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes-DRE, prendeu na manhã do dia 04/08/2013, por volta das 6h, LUIS CARLOS LIRA JUNIOR, brasileiro, separado, 30 anos, vendedor, natural e residente em Cascavel/PR–(não possui antecedentes criminais), FERNANDO DE CAMARGO GROSS, brasileiro, casado, 25 anos, vendedor, natural e residente em Cascavel/PR– (não possui antecedentes criminais) e FRANCIS ALLAN ANTUNES, brasileiro, solteiro, 27 anos, representante comercial natural e residente em Cascavel/PR– (não possui antecedentes criminais) é paraplégico e possui cirurgia de colostomia.

As prisões aconteceram em virtude de investigações realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes-DRE, as quais davam conta de que dois veículos (Mitsubishi L200 Triton de placas NJW-8000 (dirigida por FERNANDO e um Citroen C4 Pallas de placas KIS 8041, dirigida por LUIZ e tendo como carona FRANCIS) teriam saído da cidade de Foz do Iguaçu/PR com destino à capital pernambucana trazendo em seu interior uma grande quantidade de material entorpecente.  De posse dessas informações bem como das características físicas dos suspeitos foi montada várias equipes de policiais federais, os quais se dirigiram para os principais pontos de entrada da capital pernambucana com vistas a averiguar a veracidade das informações bem como localizar e prender os possíveis suspeitos.

A ação teve seu desfecho final quando por volta das 6h, os federais localizaram os dois veículos no bairro de Prazeres/PE, os quais foram devidamente acompanhados pelos policiais dirigindo-se em direção ao bairro de Boa Viagem/PE, momento em que pararam num motel e se hospedaram cada um em quartos individuais. Na sequência os agentes federais localizaram os quartos onde os três estavam e procederam uma abordagem e na averiguação dos veículos percebeu-se um forte odor de entorpecente e como aquele lugar era impróprio para uma averiguação todos foram levados para a Superintendência Regional da Polícia Federal, localizada no Cais do Apolo, juntamente com as viaturas e ao ser feita uma busca minuciosa no interior dos carros foi encontrada por trás da poltrona traseira da Mitsubishi L200 Triton, 20 (vinte) tabletes de pasta base de cocaína que totalizou um peso bruto de 20.565Kg (vinte quilos e quinhentos e sessenta e cinco e gramas).

Terminado os trabalhos investigativos e tendo a droga sido encontrada, os presos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias e após as formalidades legais de Polícia Judiciária, acabaram sendo autuados pela prática contida nos artigos 33 c/c 35 da Lei 11.343/06 (tráfico de entorpecentes e associação, e, caso sejam condenados poderá pegar penas que somadas ultrapassam os 25 (vinte e cinco) anos de reclusão. Após a autuação os autuados foram submetidos a exame de corpo de delito no IML e após recambiado para o COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna Presídio, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual. Além da droga e do veículo também foram apreendidos 09 (nove) aparelhos celulares e 01 (um) Tablet.

Em seus interrogatórios os autuados informaram que FERNANDO foi contratado por LUIS para transportar a droga até Recife/PE (não informou o valor do serviço), tendo informado inclusive que ela estava escondida por trás do banco traseiro da Mitsubishi e que tal entorpecente era de propriedade FRANCIS. Também foi dito que o veículo Citroen vinha fazendo a função de batedor mantendo a distância de 1km e informando através de mensagens de textos via celular sobre possíveis barreiras policiais para evitar suas respectivas prisões.FRANCIS ficou paraplégico e teve que se submeter a uma cirurgia de colostomia em virtude de um acidente de carro e também possui parentes que estão presos por tráfico de drogas. A história cobertura que haviam combinado era sempre de informar que estavam levando cestas básicas de amostra para diversas empresas situadas em Recife/PE.



Com os 20Kg de pasta base daria para se fazer aproximadamente 60Kg de crack o que corresponde a 240 mil pedras. A droga seria entregue a traficantes de Recife/PE que por sua vez a transformariam em crack em laboratórios clandestinos para depois ser distribuída a outros pequenos traficantes que cuidariam de abastecer os principais pontos de venda de droga na região metropolitana do Recife/PE. Até a gora a PF já conseguiu apreender este ano na capital pernambucana 1.931Kg de maconha, 154 quilos de pasta base de cocaína, 3,7 quilos de cocaína e prendeu 30 pessoas sendo 22 homens, 4 mulheres e 4 menores.

Blog: O Povo com a Notícia
Fonte: Blog do Adielson Galvão